skip to Main Content
21 3282-5071 / 3251-4761 monicacabral@monicacabral.com.br
endocrino-monicacabral_base6

Tipos de Dieta para perda de peso

Existem vários tipos de Dieta para perda de peso.

AS PRINCIPAIS DIETAS PARA EMAGRECER SÃO CONHECIDAS COMO: HIPOCALÓRICA, HIPERPROTEICA, DIETA VLCD OU PROTEINADA, DIETA DO JEJUM INTERMITENTE.

Existe vários outros tipos mas com objetivos mais específicos tais como dieta com contagem de carboidratos para diabéticos em uso de insulina, dieta de baixo índice gicêmico para diabéticos, dieta sem glúten para os pacientes celíacos , dieta sem lactose para os pacientes com intolerância a lactose etc.

A dieta hipocalórica se baseia na redução de calorias para perder peso ou seja, consumir menos quantidade do que você geralmente consome, tendo o devido cuidado para que não seja nada excessivo. E ainda para que esse emagrecimento seja saudável, é preciso ficar atento com a qualidade do cardápio.

Apesar da diminuição da quantidade prevista nas dietas hipocalóricas, carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas e minerais devem ser consumidos na quantidade adequada, para que assim tenha um consumo equilibrado, balanceado, garantindo uma perda de peso saudável.

Para queimar a gordura corporal, além de reduzir o consumo é necessário gastar mais. Assim o organismo utilizará a gordura excedente como energia, porém, não adianta reduzir o carboidrato, pois temos uma reserva em nosso músculo desse nutriente, e aí o que será utilizado será essa reserva, fazendo com que ocorra diminuição da quantidade de músculo e não de gordura corporal.

Por este motivo é importante fazer uma dieta hipocalórica bem balanceada e praticar exercícios, assim você trocará a gordura por músculo, não perderá massa muscular.

A Dieta Hiperproteica ou dieta das proteínas ou dieta de Atkins ou Dieta Duncan é aquela onde a pessoa precisa consumir uma quantidade um pouco maior de proteínas e gorduras com baixa ou nenhuma ingestão de carboidratos no dia.

Além dos citados, ela prioriza o consumo de laticínios, verduras e carnes. Por outro lado restringe o consumo de pães, algumas frutas, doces e massas.

A Dieta Hiperproteica não pode ser praticada por muito tempo, isso porque com a restrição e corte de alguns alimentos, o organismo fica comprometido e corre o risco de alterar o seu funcionamento, prejudicando-o.

As dietas hiperproteicas, reduzem o fornecimento de calorias, mas aumentam excessivamente a ingestão de proteínas, podendo até sobrecarregar o metabolismo.

Na dieta proteinada ou VLCD (MUITO BAIXO VALOR CALORICO) há redução da ingestão de gorduras e açúcares; porém, ao contrário de outras dietas, proporciona a quantidade de proteínas necessárias para o funcionamento do organismo permitindo que a perda de peso ocorra à custa da massa gorda.

dieta-liquida

Calcule o seu IMC

imc

No Brasil o melhor exemplo da dieta proteinada é o Método Pronokal e o método Dietkal. O principal diferencial desse método é a prescrição por médicos que sejam especializados na prescrição do método. Através da avaliação médica será determinado se há ou não indicação do uso da dieta proteinada. Como todos os tratamentos, existem as indicações e contra indicações.

A PronoKal e Dietkal® dispõem de uma ampla gama de produtos com proteínas de alto valor biológico que permite realizar o tratamento combinando diferentes alternativas. Desde omeletes, sopas e crepes até uma grande variedade de sobremesas e produtos prontos a levar.

A dieta d0 jejum intermitente consiste em limitar a ingestão de alimentos a um periodo de 12 a 23 horas do dia. O periodo de alimentação é chamado de janela alimentar. Existem vários protocolos. O protocolo mais comum de jejum intermitente é não comer durante 16 horas, e comer todas as refeições nas 8 horas restantes. Outro exemplo é fazer jejum durante 20 horas e ingerir todos os alimentos em uma janela de 4 horas. Alguns protocolos indicam parar de comer durante um dia inteiro, e comer só no dia seguinte.Durante o jejum pode beber água, café sem açúcar e chá sem açúcar.

Orientações gerais de Planejamento Alimentar

Se a ideia é acelerar o emagrecimento, o ideal é apostar, sempre sob orientação médica, em um “balanço negativo”: “trabalhos científicos comprovam que intercalar ao longo da semana uma dieta de baixa caloria – cerca de 500 – com uma de 1500, como se faz em um spa, não faz mal e ajuda a acelerar o metabolismo.

E importante sempre lembrar que as dietas malucas podem, sim, causar muitos danos à sua saúde e que nao ajudam a conquistar o resultado desejado que `e a perda de peso sustentado.

Consulte seu médico endocrinologista para uma avaliação individualizada!

Back To Top
Pesquisar